quarta-feira, 22 de abril de 2015

Real quebra invencibilidade do Atlético e se garante nas semi da Champions

Truncado, dramático e sofrido, essas palavras definiriam o clássico disputado por Real Madrid e Atlético de Madri, válido pelo jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões.

Com gol de Chicarito, aos 43 minutos do segundo tempo, o Real Madrid acabou com a invencibilidade do Atlético de Madri, em confrontos diretos na temporada. Foram três empates e quatro vitórias colchoneras.

O time madrileno se junta a Barcelona, Bayern de Munique e Juventus nas semifinais da Liga dos Campeões. O sorteio que define os confrontos acontece nesta sexta, às 7h (horário de Brasília).



O clássico

A partida começou com as duas equipes se estudando, trocando passes. O Real Madrid se fazia mais presente no campo de ataque, porém, as suas investidas iniciais não levavam perigo.

O Real Madrid chegou com perigo pela primeira vez, somente aos 11'. Após jogada de James pela direita, Chicarito recebeu a bola dentro da área, olhou para ver algum companheiro melhor colocado, como não encontrou ninguém, arriscou o chute e bola bateu na rede pelo lado de fora.

Dois minutos depois, o Real arriscou novamente. Cristiano Ronaldo recebe passe na entrada da área e chutou de perna canhota, mas a bola passou perto da trave esquerda de Oblak.

Após essas duas tentativas, o Atlético de Madri resolveu incomodar o Real Madrid e se lançou ao ataque.

Aos 28', Gámez rouba a bola de James Rodriguez e arrisca o chute de fora da área, mas Casillas faz a defesa com tranquilidade.

O Real respondeu dois minutos depois. James cruza na área, Chicarito desvia de cabeça e a bola passou à esquerda com perigo. Aos 32', Cristiano Ronaldo cobrou falta, a bola vai forte e quica antes de chegar a Oblak, mas o goleiro do Atlético espalmou para o lado esquerdo.

Quase! Aos 43', o Real tem chance de abrir o placar. Cristiano Ronaldo recebe a bola e fica cara a cara com Oblak, o atacante chuta em cima do goleiro.

Na volta do segundo tempo, o Real teve outra chance de abrir o placar. Logo aos 2', Isco encontrou Chicarito livre dentro da área, o atacante bateu, mas a bola passou a esquerda de Oblak.

A partida permanecia com o Real buscando mais o ataque e criando chances de gol, mas o time madrileno tinha pela frente Oblak.

O clássico partia para um drama, que aumentou com a expulsão de Turan, aos 30'. Com a saída dele, deixou o Atlético de Madri com 10 jogadores em campo.

Mais um milagre de Oblak. Aos 34', James tocou para Chicarito, que ganhou a jogada e chutou na saída de Oblak, mas o goleiro triscou na bola, que saiu pela linha de fundo.

O Real Madrid abriu o placar aos 43'. James tocou para Cristiano Ronaldo, o gajo invade a área, encontra Chicarito sozinho que só teve o trabalho de chutar para o gol vazio.

Depois do gol, o Atlético foi para o tudo ou nada, enquanto o Real se defendeu e afastava o perigo. Mas, a partida terminou com a vitória dos madrilenos por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

REAL MADRID 1 X 0 ATLÉTICO DE MADRI

Data: 22 de abril de 2015
Estádio: Santiago Bernabéu (ESP)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Auxiliares: Stefan Lupp e Mark Borsch (ambos alemães)

Real Madrid: Casillas, Carvajal, Varane, Ramos e Coentrão (Arbeloa); Pepe, Kroos, James e Isco (Illarra); Cristiano Ronaldo e Chicharito (Jesé). Técnico: Carlo Ancelotti.

Atlético de Madrid: Oblak, Juanfran, Miranda, Godín e Jesús Gámez; Turan, Tiago (José Giménez), Koke e Saúl Ñíguez (Gabi); Griezmann (Raúl Garcia) e Mandzukic. Técnico: Diego Simeone.

Gol: Chicarito (43'/2ºT).

Cartões amarelos: Pepe, Arbeloa (Real Madrid); Turan, Raúl Garcia (Atlético de Madri).

Cartão vermelho: Turan (Atlético de Madri).