quarta-feira, 15 de abril de 2015

Barcelona não toma conhecimento do PSG e garante vantagem

A partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões entre PSG e Barcelona tinha a expectativa de ser um duelo equilibrado, difícil para ambas as equipes, mas o que se viu no Parc de Princes demonstrou um passeio para o Barça.

O time comandado por Luis Enrique venceu por 3 a 1, Neymar abriu o placar e Luis Suarez, com direito a dois golaços e duas canetas em David Luiz, marcaram para o Barcelona, enquanto Van der Wiel descontou para o PSG.

Com esse resultado, o Barcelona pode perder por até 1 gol de diferença, já o PSG que contará com as voltas de Ibrahimovic e Verratti precisa vencer por no mínimo 2 gols de diferença para levar a vaga.

Além de conseguir a vitória, o Barcelona quebrou a invencibilidade do PSG, que não perdia em casa nas competições europeias desde 23 de novembro de 2006, quando foi derrotado pelo Hapoei Tel Aviv, de Israel, por 4 a 2, pela Liga Europa.

O jogo de volta acontece na próxima terça-feira, dia 21/04, às 15h45 (horário de Brasília), no Camp Nou.



O jogo

O começo de jogo foi marcado pelas duas equipes especulando espaços para criar oportunidades de gol. O Barcelona teve a sua primeira chance aos 13'. Messi arriscou na entrada da área e a bola bateu na trave.

Mas, o Barça abriria o placar 5 minutos depois. Após troca de passes, Messi aciona Neymar pela esquerda, o atacante invade a área e chuta na saída de Sirigu.

Depois do gol, o Barcelona se manteve no campo de ataque, enquanto o PSG procurou se reencontrar. Aos 25', o Barça quase ampliou. Neymar avança pela esquerda e invade a área, arrisca chute rasteiro, mas Sirigu faz a defesa com tranquilidade.

Aos 27', os franceses chegaram com certo perigo. Livre, Cavani recebeu a bola na entrada da área, mas pensou muito e perdeu a bola para a defesa do Barcelona.

O PSG criou outra chance aos 35'. Maxwell levanta a bola na área e Cavani desvia de cabeça, mas o desvio chega sem sustos para Ter Stegen.

Na volta do segundo tempo, o PSG voltou com outra atitude. O time francês procurou pressionar o Barcelona.

Logo aos 3', Matuidi toca para Pastore, que arrisca de fora da área e Ter Stegen espalma.

No entanto, a pressão do PSG não surtiu efeito e o Barcelona ampliou o marcador aos 22'. Suarez recebe o passe na ponta direita, passa por David Luiz (com direito a caneta no zagueiro) e Marquinhos, chutou para o gol, Sirigu encosta na bola, mas não consegue evitar o segundo tento do Barça.

Dois minutos depois, o PSG respondeu. Bola alçada na área do Barcelona, a zaga tira parcialmente. Cavani chuta de primeira, porém Ter Stegen defende firme.

O PSG sentiu o golpe do segundo gol e permitiu espaços ao Barcelona, que chegou ao terceiro gol aos 33'. Suarez recebeu o passe na intermediária, enfrentou David Luiz e presenteou o zagueiro com outra caneta, avançou e dentro da área chutou no ângulo de Sirigu, que nada pôde fazer.

A equipe da casa diminuiu três minutos depois. Van der Wiel aproveitou rebote na entrada da área, o lateral chutou, a bola desviou em Mathieu e entrou no fundo do gol.

Depois do gol, o Barcelona gastou o tempo para garantir a vantagem e o PSG partia ao ataque sem organização.

FICHA TÉCNICA

PSG 1 X 3 Barcelona

Data: 15 de abril (quarta-feira), às 15h45

Estádio: Parque dos Principes (França)

PSG: Sirigu; Van der Wiel, Marquinhos, Thiago Silva (David Luiz), Maxwell; Matuidi, Cabayé, Rabiot (Lucas); Lavezzi, Cavani e Pastore.
Técnico: Laurent Blanc.

Barcelona: Ter Stegen; Montoya (Adriano), Piqué, Mascherano, Jordi Alba; Busquets, Iniesta (Xavi), Rakitic (Mathieu); Neymar, Messi e Luis Suárez.
Técnico: Luis Enrique.

Gols: Neymar (18'/1ºT); Suarez (22' e 33'/2ºT), Van der Wiel (36'/2ºT).

Cartões amarelos: Cabayé (PSG); Piqué e Messi (Barcelona).